U
N
I
T
A
GRUPO PARLAMENTAR
Deputadas (os) Historia Album foto Estatutos Musica Projecto Vídeos
MPLA nega votos de pesar da Assembleia Nacional a Waldemar Bastos
O Grupo Parlamentar da UNITA submeteu ao Presidente da Assembleia Nacional, a proposta da inclusão na ordem do dia da 8ª Sessão Plenária Extraordinária da 3ª Sessão Legislativa da IV Legislatura da Assembleia Nacional, de votos de pesar da Assembleia Nacional pelo passamento físico do cantor e compositor Waldemar Bastos.

“O contributo dado por Waldemar Bastos à afirmação da angolanidade é digno desta referência pelo que estamos certos de que este requerimento merecerá da vossa parte e do Plenário da Assembleia Nacional o competente deferimento”, lê-se no requerimento dirigido ao Presidente da Assembleia Nacional

Na proposta de votos de pesar, o Grupo Parlamentar da UNITA diz, a dado momento, que a “Assembleia Nacional tomou conhecimento com profunda consternação do precoce passamento físico do músico angolano de renome, Waldemar dos Santos Afonso de Almeida Bastos, vulgo Waldemar Bastos”

Em seguida, destaca que, nascido a 4 de Janeiro de 1954 na então cidade de São Salvador do Congo, hoje Mbanza Kongo, Waldemar Bastos dedicou parte significativa da sua vida na divulgação pelo mundo, da cultura angolana, por meio da música.

“Dotado de uma voz estridente e singular e de criatividade ímpar, Waldemar Bastos tornou conhecidos números emblemáticos do cancioneiro angolano como Humbi Humbi Yange e retratou de forma suis generis períodos gloriosos da história recente de Angola, através de músicas que se tornaram célebres e referências incontornáveis da música angolana como são os casos de Velha Chica e Margarida”.

Waldemar Bastos, prossegue a proposta do Grupo Parlamentar da UNITA, “desempenhou com particular intensidade e paixão a missão a que se propôs de divulgar a cultura nacional por meio da música, o que foi reconhecido por todos como atestam as várias distinções de que foi alvo de onde se destacam os prémios “New Artist of de Year” dos World Music Awards em 1999 e o Prémio Nacional de Cultura e Artes, a mais importante distinção do Estado angolano no domínio da cultura, em 2018, exemplos bastantes que atestam que Waldemar Bastos foi inquestionavelmente um dos exímios representantes da música angolana”.

No documento, o Grupo Parlamentar da UNITA refere que com o desaprecimento desaparecimento físico de Waldemar Bastos, a cultura angolana e, particularmente a música angolana, perde, certamente, uma das suas mais sólidas referências, mas, como é comum dizer-se, os homens desaparecem, mas as suas obras, quando grandiosas eternizam-se no tempo.

“Waldemar Bastos deixa seguramente um grande legado que servirá de referência as gerações vindouras de músicos angolanos e não só”, continua a nota.

No final, o Grupo Parlamentar da UNITA exprimia que nesta hora de dor e de luto o Presidente da Assembleia Nacional, os deputados e demais agentes parlamentares endereçam à família enlutada, amigos e demais companheiros de jornada de Waldemar Bastos os mais profundos sentimentos de pesar, seguros de que ele figurará no panteão dos construtores imateriais da Angola moderna.

A proposta do grupo Parlamentar da UNITA foi rejeitada pela maioria parlamentar do MPLA., tendo, no decurso da sessão plenária, alguns deputados, como Mihaela Webba e Idalina Valente exprimido, a título individual, os seus votos de pesar.
Ler mais
Todas notícias
©  Copyright 2013
Todos os direitos reservados Grupo parlamentar (UNITA)
Quarta-feira, 12 de Agosto de 2020