Liga da Mulhere Angolana
Estrutura Historia Album foto Estatutos Musica Projecto Vídeos
Mensagem de Condolências da LIMA
Segundo a LIMA na sua página do facebook, deste sábado, 04 de Fevereiro de 2023, uma mensagem de condolências pelo passamento físico da veterana, militante, membro consequente do partido, mãe, avó, bisavó, trisavó, conselheira, educadora, amiga sempre presente l linda kandjinga koji.

De acordo com a Liga da Mulher Angolana, que destacou sobre a vida da malograda Linda Kanjinga, filha de Chipando Muekalia e de Chindiassi Cassova, nasceu aos 29 de Dezembro de 1922, na aldeia de Chandongo, Comuna de Chiumbo, Município do Cachiungo, Província do Huambo. Fez os seus estudos primários, no Centro do Lutamo, na Missão Evangélica do Dondi, tendo concluído com a 3ªclasse, em 1937 no curso de Doméstica, na Escola Means.

Para à direcção da LIMA, o momento é de uma solenidade ímpar. Estamos à escassas horas para o derradeiro adeus a uma das mais conceituadas figuras das mulheres que mobilizaram mulheres e homens para o Partido desde os anos 60, a partir das margens da nascente do Rio Kwanza, num trabalho conjunto com o Professor Evaristo Kulanda, a partir do Centro Tembo, Comuna do Mutumbu, Município do Chitembo, Província do Bié. A nossa Centenária, foi antes capacitada pelo Brigadeiro Antunes Kahali e mais tarde pelo General, Angola Livre.

A nossa Mulher de M√©rito, fez para al√©m de outros trabalhos, actividades clandestinas na Luta de Liberta√ß√£o Nacional. Foi durante a Revolu√ß√£o exerceu cargos, como Presidente da LIMA na RM 11 e RM 91 entre outras ocupa√ß√Ķes em prol da P√°tria que a viu nascer e que agora a recebe!

Mãe, avó, conselheira, educadora, amiga incomparável Linda Kandjinga, era uma Mulher, enquanto vivente, congregadora, cuja dimensão humanista ultrapassa as fronteiras do antropossocioparental; deixou cravadas indelevelmente, em todos nós, as marcas profundas da sua personalidade. Vítima de doença prolongada, faleceu, a 01 de Fevereiro de 2023, na cidade planaltica do Huambo (Wambu), onde se encontrava a viver com a sua filha kwasula, isabel Chitalala (Citalala) Sambandje.

A UNITA perde uma grande biblioteca centen√°ria, a LIMA em particular perde uma ex√≠mia e incans√°vel conselheira. M√£e, av√≥ bisav√≥ Linda Kanjinga que ainda estava bastante l√ļcida, contadora de hist√≥ria da sua meninice, das escola Means, no Dondi, das fa√ßanhas da √©poca colonial, sua passagem pelas cadeias da PIDE DGS, era sem sombra de d√ļvidas, uma Mulher munida de muita coragem e bravura nas suas ac√ß√Ķes sociais, muito amada e reverenciada. Atendia todos sem excep√ß√£o. Ela ser√° sempre lembrada com muita simpatia e saudade por todos que tiveram o privil√©gio de com ela partilhar, isto √©, desde os momentos da longa Marcha, momentos dif√≠ceis e conturbados at√© antes de seus olhos fechar, eternamente! Pois a m√£e, tia, av√≥, bisav√≥ e trisav√≥ Linda Kandjinga Koji tinha sempre uma palavrinha de orienta√ß√£o, alento e consolo a dar √† quem quer que fosse.

Na arena histórica da UNITA, da LIMA e especialmente da família biológica, deixa um vazio e profundamente abalados. Pois, constrange-nos a ideia do teu desaparecimento sem retorno, mas consola-nos a convicção de que foste uma batalhadora incansável, exemplo fidelidade aos Ideais de Muangai; combateste um bom combate e foste vitoriosa porque repousas eternamente no regaço do nosso Pai Celestial.

Nesta hora de dor e luto, o Secretariado do Executivo do Comité Nacional da LIMA, verga-se perante à memória da sua ente querida mãe, tia, avó, companheira da longa mas vitoriosa caminhada; seus passos e ensinamentos seguiremos!
HONRA E GL√ďRIA √Ä SUA ALMA!

Luanda aos 04 De Fevereiro De 2023

O Secretariado do Executivo do Comité Nacional da LIMA.
Ler mais
Todas notícias
¬©  Copyright 2013
Todos os direitos reservados LIMA (UNITA)
Terça-feira, 07 de Fevereiro de 2023