UNITAANGOLA
Acordos Comunicados Discursos Estatutos Manifesto Memorando Regulamento
Discurso do Presidente Samakuva na abertura do ciclo de actividades alusivas às Exéquias do Dr. Jonas Malheiro Savimbi
O Presidente-fundador da UNITA nunca se vergou aos interesses hegemónicos de nenhuma potência estrangeira nem de nenhum grupo nacional. Intitulado pelo jornal português o Tempo como o HOMEM DO PROJECTO ANGOLANO e homenageado por outro Jornal também português, o Expresso, como O Guerrilheiro do Século
24/04/2019
Teste de VIH com resultados Duvidosos
O produto em causa não faz parte do código autorizado e a sua impotência foi constatada depois de detectados testes com resultados duvidosos, revelou, a directora do Instituto Nacional de Luta Contra a Sida, Maria Lúcia Furtado em entrevista publicada na edição desta terça-feira do Jornal de Angola.

Segundo ela, para detectar o VIH, são feitos dois testes, um para rastreio e outro para confirmação, e os únicos testes aprovados para fazer o diagnostico no País são “Determine” e o “Unigold”.

“Os testes davam falso positivo, ou seja, indeterminados. Dos dois testes que eram feitos um dava positivo e outro negativo”, frisou.

Portanto, Maria Lúcia Furtado disse que este erro foi corrigido, a empresa envolvida está a repor outro material e os testes feitos serão repetidos com o produto que faz parte do código do Ministério.

Por sua vez , a Inspecção Geral de Saúde proibiu o uso do reagente “Aria” na testagem do VIH, após a constatação de testes com resultados duvidosos.

De acordo com, Maria Lúcia Furtado, o nível de contágio de VIH em Angola é estimado em 310 mil pessoas vivendo com a doença, das quais 190 mil são mulheres, muitas delas em estado de gestação.

A responsável ressaltou que no país cerca de 70 por cento das pessoas infectadas só se dirigem às unidades hospitalares quando estão com sinais e sintomas muito evidentes da doença, o que revela falta de cultura de fazer o teste com antecedência.

A directora adiantou que a taxa de abandono da medicação é de 54 por cento e o número de óbitos, em 2017, rondou os 13 mil óbitos, de acordo com os últimos dados da ONU Sida.
Ler mais
Em destaque
CNJ sugere levantamento real das Escolas inoperantes, na Lunda Sul Presidente atribui 58 milhões de Euros para Combater o Desemprego
23/04/2019
23/04/2019
O presidente do Conselho Nacional da Juventude (CNJ), João Mateus, defendeu no passado sábado, em Saurimo, a criação de uma comissão que se responsabilize na revisão da reforma educativa e dos aspectos ligados à docência, visando a melhoria da qualidade de ensino e aprendizagem no país. Num decreto assinado pelo Presidente João Lourenço, Governo angolano afirma que a verba dará cumprimento à promessa feita em 2017 de criar 500 mil postos de trabalho até 2021 no país.
Sociedade Angolana está desestruturada, diz Escritor e Psicólogo Ex-Presidente de Angola declina atenção Protocolar
A morte prematura de Juliana Kafrique, Zungueira de 28 anos de idade, assassinada por um agente da ordem pública em Luanda, no Bairro Rocha Pinto, em Março último, levantou no seio da sociedade civil várias inquietações, entre as quais, a ausência de uma política de protecção social das mulheres. O Presidente angolano tentou segunda-feira demover o ex-chefe de Estado de Angola José Eduardo dos Santos de viajar, terça-feira, para Espanha, via Lisboa, num voo da transportadora aérea portuguesa TAP, “contrariando diligências protocolares e logísticas”.
Operadores privados entram no Mercado de Inspecção de Viaturas
Argélia: Juízes protestam recandidatura de Abdelaziz pela Quinta Vez
As empresas privadas iniciam, no decurso deste ano, a operar no mercado de inspecção de automóveis, noticiou ANGOP, citando o comandante-geral da Polícia Nacional, Paulo Gaspar de Almeida.

Na Argélia mais de mil juízes anunciaram que não vão supervisionar as eleições do próximo mês como forma de protesto contra a recandidatura do Presidente Abdelaziz Bouteflika a um quinto mandato, noticiou a Voz da América no seu espaço “Foradhoras”, desta segunda-feira, 11 de Março de 2019.
Estadista Português exorta luta pelos Ideais de Neto João Lourenço solicita apoio de Portugal para Autarquias
O Presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, exortou nesta quarta-feira, em Luanda, os angolanos a lutar pelos ideais de Agostinho Neto que defendem a liberdade, emancipação e o desenvolvimento. O Chefe de Estado angolano, João Lourenço, solicitou esta quarta-feira, em Luanda, o apoio do governo português para a realização das eleições autárquicas em Angola, marcadas para 2020.
Eco do Partido Campo do militante
Líder da UNITA garante fim da discriminação no GIP Jonas Savimbi “foi um Líder profundamente Capacitado”
O Presidente da UNITA, Isaías Samakuva, trabalhou esta quarta-feira 26 de Julho de 2017, na capital do Bengo, Caxito, tendo discursado para as populações locais. A posição é do Veterano da Pátria e General na Reforma, Vicente Viemba, que falava nesta sexta-feira, 15 de Fevereiro de 2019, no Espaço “A Hora das Perguntas”, da Rádio Despertar, onde falou de Jonas Malheiro Savimbi como político, militar e diplomata, tendo-o considerado como sendo um líder profundamente capacitado.
Intolerância
Palavra do Presidente
Presidente da UNITA leva à Cidade Alta preocupações das Populações
O Presidente da UNITA esteve esta terça-feira, 15 de Abril de 2019, reunido com o Presidente da República, no Palácio da Cidade Alta.

No centro da conversa entre os dois políticos das duas maiores forças do país, que se encontraram pela terceira vez, em menos de dois anos, estiveram várias questões com destaque para aquelas que afectam a vida social e económicas das populações das províncias do Kuando Kubango, Moxico, Lundas Sul e Norte, recentemente visitadas pelo líder da UNITA.

“Nós fizemos o ano passado uma visita à província do Kuando Kubango, visitámos praticamente todos os municípios com excepção de um. Há uma semana visitámos Moxico, Lunda Sul e Lunda Norte, tivemos contactos com sectores significativos da população, como sobas que nos pediram transmitir as suas preocupação sobre emprego, falta de vias de comunicação e violação de direitos humanos aos Senhor Presidente da República”, disse Isaías Samakuva.

De acordo com o líder da UNITA, a ocasião serviu para passar em revista outros aspectos da vida do país, tais como as autarquias previstas para 2020 e que brevemente começa na Assembleia Nacional o debate sobre o Pacote Eleitoral Autárquico.

Sobre esta matéria o líder da UNITA entende existirem questões que devem ser bem debatidas para que as leis a serem aprovadas proporcionem ao país um processo autárquico “suavel e sem problemas”.

O processo das exéquias do líder fundador da UNITA, cujos preparativos estão avançados, foi segundo Isaías Samakuva, também passado em revista, adiantando que tudo está dependente dos resultados dos testes de DNA.
Ler mais
grupo parlamentar - actividade
Deputados levam solidariedade à vítima de disparos da Polícia
Uma delegação de Deputados do Grupo Parlamentar da UNITA vai visitar, a partir das 9h00 desta quinta-feira, 11 de Abril de 2019, a residência do Sr. Eliude Yavanua, pai do jovem Domingos Kiala, baleado no Rocha Pinto na sequência da acção que vitimou a cidadã Juliana Kafrique.

A delegação composta pelos Deputados Joaquim Nafoia, Arlete Chimbinda, Nelito Ekuikui e outros responsáveis, vai constatar o estado de saúde do jovem que clama por assistência médica e medicamentosa, bem como prestar a sua solidariedade.
Ler mais
L.i.m.a - actividades
Responsável deplora más condições de vida das Populações de Nambuangongo
Helena Bonguela trabalhou nos dias 20 e 21 de Outubro de 2018, nas aldeias de Kibunda e Cacuaco, na comuna do Zala, Município do Nambuangongo, província do Bengo, tendo no final manifestado a sua insatisfação pela falta de condições em que as populações daquelas comunidades estão votadas.

A presidente da LIMA, braço feminino da UNITA, que revelou a situação à comunicação social, reprovou também a insensibilidade das autoridades locais que terão retirado o material que tinha sido colocado num local para a construção de uma escola, por alegadamente maior parte de a população local ter depositado o seu voto ao Galo Negro, nas eleições de 2017.

“Contaram-me de que o governo, na véspera das eleições, colocou material, mas depois veio também retirar. Foi preciso reagir para que aquela escola se construa. É exactamente mais uma vez o esforço da população. Não tem hospitais na comunidade, não tem escolas na comunidade. As estradas são péssimas, as nossas casas são essas: umas meio-caídas em que não há condições de vida”, recordou a dirigente.

A responsável deplorou a falta de energia, água e de medicamento nos hospitais.

“Não temos luz eléctrica, nós tiramos água do rio, directamente para o nosso consumo. Esta água não é tratada, não é potável. Como é que podemos ter saúde, se depois adoecemos e não temos hospital com medicamento, o que é que este governo quer para este povo?”

Segundo a dirigente da Liga da Mulher Angolana, “Angola ainda não viveu mudança absolutamente nenhuma. Angola precisa de um novo rumo, precisa de uma nova vida. E, só é possível esse novo rumo, essa nova vida, com a UNITA no poder”.

Helena Bonguela criticou, igualmente o facto de a maioria dos antigos combatentes, viúvas e órfãos não usufruírem das pensões a que têm direito, por força da sua participação na luta de libertação nacional.

“A história nos diz que estas são áreas que, na era colonial lutaram contra o colono português. Os nossos avós, os nossos pais, aqui pegaram em armas para correr o colono, porque queríamos que Angola fosse governada por verdadeiros angolanos. Mas é essa parcela do país que está abandonada simplesmente”.

“Não há para o antigo combatente; uma pensão condigna. Não há pensões, os papás estão aqui, as mamãs mais velhas estão aqui. Não pensões daqueles que libertaram a pátria. Não há pensões. Acredito, temos aqui um número elevado de viúvas e órfãos de guerra: Não têm pensões de sobrevivência”.
Ler mais
Vídeos
C:\Mes Sites\Unitaangola29122013\UNITAANGO_WEB\coqUNITA.jpg
Opiniões
 Publicidade
Obra de Isaías Samakuva
Entrevistas
Facebook Youtube Twitter Contacto
Subscreva Newsletter
Todos os direitos reservados
Secretariado da comunicacão e Marketing da UNITA
União Nacional para Indepedência Total de Angola
©  Copyright 2002-2013
Quarta-feira, 24 de Abril de 2019