UNITAANGOLA
Fonte : Unitaangola
T√£o simples como isso.
Virgilio Samakuva.jpg
Realizou-se no passado s√°bado a t√£o desejada manifesta√ß√£o contra a viola√ß√£o constante das leis da Rep√ļblica pela Comiss√£o Nacional Eleitoral, na sua tarefa de organizar as elei√ß√Ķes do pr?ximo m√™s de Agosto.

Afinal, era tudo t√£o simples como isso: Convocat?ria, informa√ß√£o aos ?rg√£os competentes do Estado, concentra√ß√£o, marcha, exterioriza√ß√£o p√ļblica volunt√°ria do sentimento dos participantes, reuni√£o no ponto de encerramento, leitura de mensagens finais e‚Ķ dispers√£o, em paz. Trata-se de um acto de cidadania, normal nos Estados de Direito. Afinal, tamb√©m queremos ser Estado de Direito. Sempre o dissemos assim. Ent√£o, que se aprenda bem a li√ß√£o.

Resta agora felicitar-nos a todos, digo bem, a TODOS:
-em primeira m√£o, parab√©ns √† direc√ß√£o da UNITA e a toda a sua milit√Ęncia por mais essa li√ß√£o de cidadania bem dada;

parabéns, especialmente a todo o Povo Angolano que cresceu um pouco mais;
parabéns ao corpo dos que participaram na organização e na coordenação;
parabéns a toda a cidadania que soube tolerar e respeitar a liberdade dos que não concordavam com eles;

parab√©ns tamb√©m a todos os que pensando de forma oposta, n√£o pertubaram os manifestantes; parab√©ns aos demais partidos pol√≠ticos e institui√ß√Ķes que patrioticamente se associaram ao acto; parab√©ns aos ?rg√£os competentes do Estado: ao Minist√©rio do Interior e a todas as suas depend√™ncias por todo o territ?rio nacional, que souberam aportar o seu granito de area, para que a vontade da cidadania fosse cumprida;

parabéns ao Comando e a todos os membros da nossa Policia Nacional que soube cumprir e fazer cumprir a lei;

parabéns;
parab√©ns a todos os governos provinciais, que souberam compreender o que estava em jogo e dispensaram todo o apoio necess√°rio √† realiza√ß√£o e desenvolvimento desse exerc√≠cio de cidadania; parab√©ns ao dign√≠ssimo veterano Kundi Payama que teve a nobre coragem e brio de rectificar as primeiras declara√ß√Ķes;

parabéns à CNE, pois, assim, teve oportunidade de medir o quanto eram detestados os passos errados que estava dando no seu trabalho. Afinal, errar é pr?prio do homem.

E para terminar, parab√©ns ao Governo Central que compreendeu que as manifesta√ß√Ķes pac√≠ficas, fazem parte dos condimentos necess√°rios para o di√°logo colectivo permanente entre a cidadania de um lado e os governantes do outro, pr?prios de uma democracia.

Que delicia!? N√£o houve derrotados. N√£o foi s? a UNITA que ganhou. √Č a Angola de todos n?s que saiu triunfante. Estamos, pois, todos de PARAB√ČNS.

Agora, toca-nos a corrigir os erros, todos juntos e de forma transparente. Ficou provado uma vez mais, que com vontade pol√≠tica n√£o h√° nada complicado. Evitam-se tens√Ķes desnecess√°rias, respeita-se a Constitui√ß√£o, resolvem-se os pequenos e grandes desentendimentos.

E dentro de pouco tempo, tudo isso ser√£o contos agrad√°veis de contar aos nossos filhos, netos etc.
Parabéns Angola e avante. Sim, vamos todos em harmonia e compreensão e sairemos ganhando sempre. TODOS, sem excepção. Viva Angola.


Luanda, 5 de Junho de 2017
Virgílio Samakuva
www.unitaangola.org
C:\Mes Sites\Unitaangola29122013\UNITAANGO_WEB\coqUNITA.jpg
Opini√Ķes
 Publicidade
Obra de Isaías Samakuva
Entrevistas
Facebook Youtube Twitter Contacto
Subscreva Newsletter
Todos os direitos reservados
Secretariado da comunicac√£o e Marketing da UNITA
União Nacional para Indepedência Total de Angola
¬©  Copyright 2002-2013
Quinta-feira, 27 de Julho de 2017