UNITAANGOLA
Fonte : KUP
Mais de trezentos Professores sem salário no Cunene
Professores- Cunene 02.png
Mais de Trezentos e seis professores da província do Cunene estão sem receber seus salários há sete meses, desactivados do sistema financeiro por alegada irregularidade da efectividade.

A informação foi avançada recentemente pelo secretário do Sindicato Nacional de Professores (SINPROF), no Cunene, Augusto Manuel Baptista, no decurso de um encontro provincial com os associados, realizado em Ondjiva.

O responsável afirmou que já lá vai o tempo, a morosidade que se verifica na reposição destes professores no sistema, uma vez já ter sido comprovada pelo Ministério da Educação a sua efectividade.

Augusto Baptista fez saber que em finais do mês de Junho deste ano, o sindicato recebeu garantias de que a situação devia ser ultrapassada, mas até hoje não acontece, pois os nomes dos 306 professores continuam fora das folhas de salários.

Os mecanismos de diálogo com as instituições competentes continuam a ser explorados, uma vez que os professores em causa estão a enfrentar dificuldades graves, decorrentes da falta de salários.

O encontro analisou questões como a situação sobre as pendências dos salários e aplicabilidade do novo estatuto da carreira docente.
www.unitaangola.org
C:\Mes Sites\Unitaangola29122013\UNITAANGO_WEB\coqUNITA.jpg
Opiniões
 Publicidade
Obra de Isaías Samakuva
Entrevistas
Facebook Youtube Twitter Contacto
Subscreva Newsletter
Todos os direitos reservados
Secretariado da comunicacão e Marketing da UNITA
União Nacional para Indepedência Total de Angola
©  Copyright 2002-2013
Terça-feira, 16 de Outubro de 2018