UNITAANGOLA
Fonte : KUP
CNJ sugere levantamento real das Escolas inoperantes, na Lunda Sul
CNJ-Jo√£o-Mateus (1).jpg
O presidente do Conselho Nacional da Juventude (CNJ), João Mateus, defendeu no passado sábado, em Saurimo, a criação de uma comissão que se responsabilize na revisão da reforma educativa e dos aspectos ligados à docência, visando a melhoria da qualidade de ensino e aprendizagem no país.

Durante o acto central do Dia da Juventude Angolana, assinalado dia (14 de Abril), Jo√£o Mateus disse ser necess√°rio proceder ao levantamento real das escolas inoperantes em todo o pa√≠s e √†s condi√ß√Ķes que atendam ao isolamento dos professores.

A reforma educativa teve in√≠cio em 2002, com a inser√ß√£o no sistema de ensino de novos curr√≠culos escolares, planos de estudos, programas e mat√©rias pedag√≥gicas, incluindo novas divis√Ķes dos n√≠veis de ensino, altera√ß√Ķes no sistema de avalia√ß√£o dos alunos, cria√ß√£o de novas cadeiras e reformula√ß√£o de conte√ļdos curricular.

Com este sistema, a 5ª e 6ª classes, com nove disciplinas passaram a ser asseguradas pelo mesmo professor, representando o fim do ensino primário, enquanto no sistema antigo era o início do ensino secundário. O ensino secundário ficou dividido em dois ciclos, sendo primeiro entre o 7 ª e a 9 ª classes e o segundo entre a 10 ª e a 12 ª classes.

Segundo a Angop, o respons√°vel, considerou fundamental alargar o n√ļmero de escolas benefici√°rias da merenda escolar, para garantir melhor aproveitamento das crian√ßas, uma vez que o n√≠vel de pobreza ainda √© vis√≠vel e constitui factor de influ√™ncia negativa para a qualidade de ensino e aprendizagem.

No domínio do empreendedorismo, emprego e formação técnico profissional, João Mateus, defende igualdade de oportunidades para todos, sendo que a iniciativa privada e o fomento à criatividade devem ser protegidos pela legislação.

Sugere igualmente políticas que simplificam e obrigam as entidades empresariais o acesso aos estágios profissionais e o surgimento nas universidades de pequenas empresas que realizem actividades em vários ramos através de aplicação de tecnologias que garantam o desenvolvimento sustentável.

O acto central ficou igualmente marcado com a implementa√ß√£o na Lunda Sul do projecto ‚ÄúJuventude Informada, Respons√°vel e Organizada‚ÄĚ (JIRO), que visa munir os adolescentes e jovens com informa√ß√Ķes e habilidades que lhes permitam optar por atitudes correctas perante a sexualidade.

O projecto, segundo a ministra da Juventude e Desportos, Ana Paula Sacramento, visa igualmente afastar os jovens dos perigos das drogas e do consumo desregrado de bebidas alcoólicas e outras práticas que condicionam o desenvolvimento intelectual e socioeconómico desta franja.

www.unitaangola.org
C:\Mes Sites\Unitaangola29122013\UNITAANGO_WEB\coqUNITA.jpg
Opini√Ķes
 Publicidade
Obra de Isaías Samakuva
Entrevistas
Facebook Youtube Twitter Contacto
Subscreva Newsletter
Todos os direitos reservados
Secretariado da comunicac√£o e Marketing da UNITA
União Nacional para Indepedência Total de Angola
¬©  Copyright 2002-2013
Quinta-feira, 25 de Abril de 2019