UNITAANGOLA
Fonte : KUP
Polícia Nacional faz dois feridos e 7 detidos durante Manifestação
Marcha-contra-o-desemprego-em-Angola Luanda (4).jpg
O facto aconteceu s√°bado, 24 de Agosto de 2019, em Luanda, durante a marcha que ocorreu em quatro outras prov√≠ncias do pa√≠s, realizada por jovens para exigir ao Presidente da Rep√ļblica, Jo√£o Louren√ßo a cria√ß√£o de 500 mil postos de trabalho, prometidos pelo actual chefe do Executivo angolano, durante a Campanha Eleitoral de 2017.

Osvaldo Dala, Porta-voz da manifestação, fala sobre a marcha de Luanda.

‚ÄúA marcha n√£o foi muito boa, inicialmente n√≥s come√ßamos muito bem a marcha; havia a complica√ß√£o com a pol√≠cia, no sentido de que n√≥s n√£o segu√≠ssemos a rota, ou que n√£o cheg√°ssemos at√© 100 metros conforme estabelecido. Mas n√≥s resistimos, conseguimos marchar, chegamos at√© ao largo da Maianga: havia um cord√£o da pol√≠cia da Ordem P√ļblica, que inicialmente n√£o queria que n√≥s pass√°ssemos, impedia que n√≥s pass√°ssemos, mas n√≥s conseguimos resistir diante dos porretes, dos espancamentos que eles estavam a dar, n√≥s conseguimos resistir‚ÄĚ.

Segundo a den√ļncia do activista, os impedimentos da Pol√≠cia come√ßaram no antigo Col√©gio Greg√≥rio Semedo.

‚ÄúHouve um cord√£o da pol√≠cia de interven√ß√£o r√°pida, ali no Col√©gio, no antigo Col√©gio Greg√≥rio Semedo, que impediu-nos de continuar a marcha, e isso fez com que n√≥s mud√°ssemos de rota e fossemos at√© o outro lado, penso que √© a avenida I Congresso do MPLA, quando l√° chegamos encontramos um cord√£o da Pol√≠cia Militar que, nos impediu a√≠ tamb√©m, e mas n√≥s para chegarmos l√° passamos por v√°rias vicissitudes, como por exemplo, houve dois feridos ontem, o Viriatos da Cruz, que √© um activista foi ferido na testa, e um jovem que veio pela primeira vez na marcha, chama-se Onofre Vieira‚ÄĚ.

Para além da violência da polícia, dois manifestantes gravemente feridos foram ignorados no hospital.

‚ÄúPara al√©m da viol√™ncia que a pol√≠cia utilizou, porque houve lan√ßamento de g√°s lacrimog√©neo inclusive, mas n√≥s n√£o nos dispersamos em momento algum, quando n√≥s nos dirigimos para o Maria-Pia s√≥ assim √© que conseguimos fazer o atendimento √†s pessoas‚ÄĚ.

‚ÄúH√° pessoas detidas, a pol√≠cia prendeu eles no IMNE Marista, o grupo que nesse momento temos conhecimento √© de 7 pessoas, no total dois feridos. Portanto, estamos a falar de ferimentos graves, porque houve ferimentos leves, das pisadas de cavalo‚ÄĚ, disse o activista Osvaldo Dala.
www.unitaangola.org
C:\Mes Sites\Unitaangola29122013\UNITAANGO_WEB\coqUNITA.jpg
Opini√Ķes
 Publicidade
Obra de Isaías Samakuva
Entrevistas
Facebook Youtube Twitter Contacto
Subscreva Newsletter
Todos os direitos reservados
Secretariado da comunicac√£o e Marketing da UNITA
União Nacional para Indepedência Total de Angola
¬©  Copyright 2002-2013
Sexta-feira, 18 de Outubro de 2019