UNITAANGOLA
Fonte : KUP
Presidente da UNITA reconhece capacidade Ideológica dos Delegados
PR-Samakuva-XIII  13 de Novembro de 2019 Congresso (2).jpg
Discursando na abertura do XIII Congresso, esta quarta-feira, 13 de Novembro de 2019, no Complexo Sovsmo, em Luanda, diante dos delegados do Congresso, membros de Direcção do Partido, representantes de Partidos Políticos, Organizações da Sociedade Civil, Autoridades Tradicionais, representantes de confissões religiosas, e Candidatos à Presidente do Partido, o Presidente do maior Partido na Oposição, Isaías Samakuva, reconheceu a capacidade dos congressistas diante do magno evento que o seu Partido realiza.

“Na sua maioria, estes homens e mulheres valentes aqui presentes, os congressistas, pertencem às camadas sociais mais desfavorecidas durante o colonialismo e mais excluídas e discriminadas no pós independência. Podem não ser intelectuais mas são perspicazes, maioritariamente trabalhadoras e sobretudo conscientes da causa que defendem”.

O Presidente da UNITA que deixa a liderança do Partido esta semana, considera o XIII Congresso da UNITA, ser um momento histórico para a força Política.

“Este é um momento histórico, similar àquele em que iniciamos a Longa Marcha, ou àquele em que editamos o Manifesto do Kwanza ou àquele em que assinamos a paz, em Bicesse. É daqueles momentos em que o partido precisa de ser presidido e movido pelo patriotismo, precisa de coesão para colocar sempre o interesse do Partido acima dos interesses pessoais e precisa de privilegiar a cidadania e não a partidocracia”.

Para o ainda Presidente da UNITA, “O bom líder é humilde. Os candidatos à eleição não são órgãos do Partido nem são chefes dos demais membros. Devem obediência aos Estatutos e aos órgãos superiores de Direcção. Acima de tudo, é preciso recordar sempre que nenhum candidato é maior do que a UNITA. Não é o barulho ou o falar mais alto que faz alguém o mais preferido”.

O Presidente da UNITA deu a conhecer que, o XIII Congresso da UNITA, para além de ser electivo, vai discutir estratégia e aprovar o programa do Partido para a nova etapa delicada da luta do Partido pela cidadania igual, aconselhando, por outro lado, ser preciso que o processo eleitoral não se transforme num factor de instabilidade ou num ambiente de fricção.

www.unitaangola.org
C:\Mes Sites\Unitaangola29122013\UNITAANGO_WEB\coqUNITA.jpg
Opiniões
 Publicidade
Obra de Isaías Samakuva
Entrevistas
Facebook Youtube Twitter Contacto
Subscreva Newsletter
Todos os direitos reservados
Secretariado da comunicacão e Marketing da UNITA
União Nacional para Indepedência Total de Angola
©  Copyright 2002-2013
Segunda-feira, 09 de Dezembro de 2019