UNITAANGOLA
Fonte : KUP
Angola regista primeiras duas mortes por Covid-19
Dra Silvia.PNG
Tratam-se de dois pacientes que estavam internados no Clínica Girassol infectados pelo Covid-19 e que faziam parte dos 7 casos
diagnosticados, sendo um de 59 ano de idade e um jovem de 38 anos de idade que chegaram a Angola nos voos dos dias 12 e 13 de Março de 2020, respectivamente,
provenientes de Portugal.

Com registo dessas duas morte, neste domingo, 28 de Março de 2020, o país vai continuar a contar com 5 casos positivos, enquanto se aguarda pelo processamento de outras amostras.

Falando a jornalistas, durante a habitual Conferência de Imprensa, a ministra da Saúde manifestou o receio de aumento acelerado de casos
positivos, caso as populações não acatem medidas constantes do Decreto Presidencial e Estado de Emergência.

“O País está em quarentena domiciliar”, precisou a ministra, recomendando a observância do isolamento social.

A titular da pasta de saúde de Angola justificou o aumento de casos em quarentena para mais de mil pessoas
em isolamento institucional pelas denúncias que estão a ser feitas e pela acção policial que vai recolhendo os contactos próximos dos infectados.

A ministra sublinhou a qualidade dos centros de quarentena criados em Calumbu, afirmando que sem terem condições de Hotel de 5 estrelas,
reúnem condições mínimas para manter as pessoas em isolamento para proteger os familiares mais próximos e os angolanos em geral.

“Os angolanos têm de valorizar o centros de centro de quarentena que estão a funcionar. Foi feito um esforço pela Comissão Multissectorial nos centros de quarentena. Os nossos centros de quarentena estão melhores em relação aos de alguns países do 1º mundo”, defendeu, respondendo a uma questão colocada pelo jornalista da rádio Eclesia.
www.unitaangola.org
C:\Mes Sites\Unitaangola29122013\UNITAANGO_WEB\coqUNITA.jpg
Opiniões
 Publicidade
Obra de Isaías Samakuva
Entrevistas
Facebook Youtube Twitter Contacto
Subscreva Newsletter
Todos os direitos reservados
Secretariado da comunicacão e Marketing da UNITA
União Nacional para Indepedência Total de Angola
©  Copyright 2002-2013
Terça-feira, 31 de mars de 2020